Diarréia do viajante

A diarréia do viajante (DV) é uma síndrome clínica resultante da contaminação da água e alimentos ingeridos por microorganismos. Ocorre durante ou logo após uma viagem, afetando mais comumente pessoas que viajam de uma área em condições sanitárias altamente desenvolvidas para outra com menor infra-estrutura. A DV é, portanto, definida mais pelas condições de aquisição que por um agente biológico específico. De fato, existe uma diversidade considerável de agentes etiológicos que incluem bactérias, parasitas e vírus. Condições similares, como a síndrome de gastroenterite tóxica causada pela ingestão de toxinas pré-formadas, os vômitos podem ser predominantes e geralmente , se resolvem em 12 a 48 horas.

Dicas para uma viagem tranquila

Certo:

• Beber água fervida ou propriamente tratada (água mineral em garrafas);
• Bebidas em latas devem ser abertas em sua frente e consumidas com canudos manipulados por você;
• Coma apenas comida bem-passada;
• A comida deve ser servida bem quente;
• Coma apenas as frutas descascadas por você;
• Escove seus dentes com água mineral, fervida ou adequadamente tratada;
• Pergunte a origem da água;
• Carregue anti-sépticos para as mãos em sua bagagem de viagem;
• Sempre lave as mãos antes de comer ou após ir ao toalete.

Errado:

• Ingerir saladas frias frescas;
• Ingerir alimentos servidos em buffet;
• Usar condimentos que já estavam servidos em uma mesa;
• Ingerir frutas frescas que não foram descascadas por você;
• Beber suco de frutas frescas e pedir cubos de gelo com procedência desconhecida;
• Comer carne mal passada;
• Ingerir comidas servidas frias;
• Beber diretamente em latas e garrafas;
• Comer ou beber em louças lavadas com água de condições duvidosas;
• Beber água da banheira, chuveiro ou piscina.

Dr. Jamil Nahass
Médico pediatra e vice-presidente da Área de Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *