Qual é a evolução de um resfriado? – Parte I

Inicialmente, o vírus invade a mucosa do nariz, provocando inflamação, irritação, coceira e espirros. Esta invasão desencadeia uma série de reações do organismo, que fazem com que a mucosa fique inchada, provocando obstrução nasal e secreção aquosa (coriza). Neste fase, que dura de um a dois dias, podem ocorrer tosse seca, mal estar, indisposição, dor de cabeça e dores no corpo. As crianças ficam menos ativas e alimentam-se menos que o habitual.

Depois destes dois dias, os nossos mecanismos de defesa começam a ficar mais ativos e eficientes para combate aos vírus. Os anticorpos destroem os vírus e começa a ocorrer a eliminação de restos celulares, fazendo com que a coriza fique mais espessa esverdeada. Mais tarde, a coriza torna-se amarelada e a tosse fica mais “cheia” (produtiva) mas já começamos a nos sentir melhor. Esta fase pode durar de dois a oito dias. Ao final desta fase, a mucosa volta ao normal.

Dr. Jamil Nahass
Médico pediatra e vice-presidente da Área de Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *