Quando o seu bebê tem cólicas – Parte I

O que é cólica?

O recém-nascido não tem uma estrutura gastrointestinal amadurecida. Isso significa que seu intestino ainda não funciona perfeitamente, não está totalmente adaptado e não consegue eliminar satisfatoriamente os gases acumulados em seu interior..

Além disso, os recém-nascidos também engolem ar quando mamam ou usam chupeta (aerofagia), o que também causa o acúmulo de gases que os faz sentir dores muito forte: as cólicas. Quando um bebê tem cólicas, ele chora muito, de forma prolongada e sem motivo aparente. Mais de um terço dos bebês, meninos ou meninas, têm cólicas que geralmente cessam após o 3º ou 4º mês de vida. Raramente prolongam além disso.

Quais são os sintomas?

Nas primeiras semanas de vida, um bebê que tem cólicas chora alto e por longos períodos. Geralmente, piora no final da tarde ou no início da noite, podendo ter crises por horas seguidas. O bebê levanta as pernas e a cabeça, fica com o rosto vermelho e elimina gases. Ele pode recusar o alimento ou começar a chorar após ingeri-lo..

Frequentemente haverá dificuldade em fazê-lo dormir ou mantê-lo dormindo se ele estiver com cólicas.

A cólica é perigosa?

Os bebês que sofrem de cólicas, apesar das crises de choro e da recusa em se alimentar, crescem e ganham peso. Embora muito estressantes e frustrante para os pais, as cólicas não prejudicam o bebê..
Referência: Willan C. Heird. Alimentação de lactentes e crianças. In Nelson , Tratado de Pediatria, 17º edição, Cap. 41;171-182

Dr. Jamil Nahass
Médico pediatra e vice-presidente da Área de Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *