Rotavírus – Pequenas dicas

Em determinada época do ano os adultos e, principalmente, as crianças são acometidas por um vírus gastrointestinal chamada Rotavírus. O vírus é transmitido entre as pessoas através das fezes ou da saliva como, por exemplo, levar a mão ou alimentos à boca, após ter tocado em alguma superfície previamente contaminada.

Sintomas: febre alta, dores musculares, prostração, falta de apetite, fezes líquidas e vômitos.

Tratamento:

1. Soluções hidrantes (soro caseiro)

2. Alimentação de forma fracionada

3. Medicamentos para febre e vômitos

Obs.: Antibióticos são ineficazes

Como evitar:

1. Lactentes: leite materno durante os seis primeiros meses de vida;

2. Lavar as mãos antes e depois de utilizar o vaso sanitário;

3. Lavar e desinfetar todas as frutas e verduras;

4. Já existe a profilaxia com a vacina, que deverá ser aplicada no 2º e 4º meses de vida.

Obs.: O uso da vacina não se destina a adultos ou idosos.

O uso da vacina não se destina a adultos ou idosos. Ainda em estudo para estas faixas etárias. É uma vacina orla, administrada em duas doses a partir da sexta semana de vida, com um intervalo mínimo de quatro semanas entre as doses. É indicada, exclusivamente, para crianças menores de seis meses de idade. Sugerimos a primeira dose com dois meses e a segunda com quatro meses, podendo ser administrada com outras vacinas do calendário.

Dr. Jamil Nahass
Médico pediatra e vice-presidente da Área de Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *